Esta operação está em andamento mas busco mais informação. Cadastre-se agora!

Cotas de consórcios #01-12/2019

1.000.000,00
100% Completo (sucesso)
100%
Meta 1.000.000,00
O tempo acabou

Essa campanha encerrou-se em 21/12/2019

Expectativa do Investimento
  • Rentabilidade 14.77% a.a.
  • Tipo de Risco Primariamente, grupos de consórcio; subsidiariamente, administradora de consórcio.
  • Prazo 9 meses
Detalhes de Arrecadação
  • Tipo de Negócio Dívida
  • Meta do Investimento 1.000.000,00
  • Aportes Atuais 1.000.000,00
  • Aporte Mínimo 10.000,00
  • Aporte Máximo 1.000.000,00
  • Data de Início 08/12/2019
  • Data de Encerramento 21/12/2019
OPERAÇÃO EM ANDAMENTO
  • investment-emp

    Ativo Empresarial

  • HURST_ICON_SYSTEMAtivo 6

    9 meses

  • HURST_ICON_SYSTEMAtivo 4

    14.77% a.a.

  • Ativo 5

    São Paulo

Informações Essenciais sobre a Operação

Resumo do Investimento

Racional do Investimento

Oportunidade de adquirir cotas de consórcios de administradoras de consórcio de primeira linha, ou seja, cotas de consórcios canceladas que foram compradas e estão contempladas ou, em vias de contemplação, para o recebimento em 9 meses. O retorno da operação é de 301,38% do CDI sendo a fonte pagadora os grupos de consórcios das referidas administradoras, nos quais os recursos já se encontram alocados.






Quando decidimos estruturar uma operação para plataforma, nossa principal bússola é a segurança do investidor, portanto, a operação é desenhada desde sua concepção com esse foco.





Fluxo Operacional

Com as cotas do consórcio em carteira e contempladas, aguardaremos o pagamento de 100% do valor de face das cotas de consórcio pelas administradoras de consórcio. O prazo estimado é de 9 meses, havendo pagamentos a partir do 6º mês.

A operação com cotas de consórcio não possui qualquer risco de performance que dependa de esforço ou execução pela Hurst Capital. As cotas de consórcio já se encontram contempladas ou em vias de contemplação e o retorno do investidor advém exclusivamente do deságio em relação ao valor de face e do reajuste por correção monetária a ser pago pelo grupo de consórcio.

Até a contemplação o valor de face das cotas de consórcio imobiliário é corrigido por INCC e de automóvel pela tabela FIPE.

Após a contemplação o valor de face é corrigido pelo CDI.

O deságio em relação ao valor de face acrescido a correção do CDI faz com que essa operação possuum retorno esperado de 301,38% ou 14,77% ao ano:




O valor de face será a soma do deságio+CDI, formando a rentabilidade total da operação. O retorno esperado para operação é de 14,77% a.a. (líquido de fees e bruto de impostos) com um múltiplo de aproximadamente 1,06x e um horizonte de investimento de 8 meses.


Informações do Mercado

Consórcio é a reunião de pessoas naturais e jurídicas em grupo, com prazo de duração e número de cotas previamente determinados, promovida por administradora de consórcio, com a finalidade de propiciar a seus integrantes, de forma isonômica, a aquisição de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento.

A administradora de consórcios é a pessoa jurídica prestadora de serviços com objeto social principal voltado à administração de grupos de consórcio, constituída sob a forma de sociedade limitada ou sociedade anônima.

A adesão de um consorciado a um grupo de consórcio se dá mediante assinatura de contrato de participação. Nesse contrato, devem estar previstos os direitos e os deveres das partes, tais como a descrição do bem a que o contrato está referenciado e seu respectivo preço (que será adotado como referência para o valor do crédito e para o cálculo das parcelas mensais do consorciado). No contrato deve haver, ainda, as condições para concorrer à contemplação por sorteio, bem como as regras da contemplação por lance.

O interesse do grupo de consórcio prevalece sobre o interesse individual do consorciado. Os grupos de consórcio caracterizam-se como sociedade não personificada com patrimônio próprio, o qual não deve ser confundido com o patrimônio dos demais grupos nem com o da administradora.


Informações do mercado disponibilizadas pela ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios)

ATÉ SETEMBRO DESSE ANO (2019), CONSÓRCIOS SUPERAM 2,1 MILHÕES DE NOVAS COTAS VENDIDAS OU APROXIMADAMENTE R$ 100 BILHÕES

O Sistema de Consórcios fechou o período de janeiro a setembro com novo recorde no acumulado de vendas: 2,11 milhões de novas cotas, registrando alta de 12,23% sobre o mesmo período do ano passado, quando atingiu 1,88 milhão. A partir deste volume, os negócios realizados totalizaram R$ 95,86 bilhões (jan-set/2019), 25,41% sobre R$ 76,44 bilhões (jan-set/2018). tíquete médio do mêficou em R$ 49,14 mil.

Os créditos concedidos aos contemplados somaram R$ 31,10 bilhões, 2,84% mais que os R$ 30,24 bilhões anotados há um ano. O acumulado de contemplações chegou a 908,77 mil (jan-set/2019), quase um milhão, sendo 1,72% maior que as 893,37 mil anteriores (jan-set/2018).

Em defesa da contração do produto consórcio, as administradoras s e associações defendem que o Sistema de Consórcios estimula o consumidor a exercitar as boas práticas financeiras. Mais consciente de suas finanças, a tendência é a substituição da compra por impulso e da aquisição imediata pelo consumo consciente e responsável. Há ainda a possibilidade de formação ou ampliação do patrimônio pessoal, familiar ou empresarial por meio desse mecanismo consagrado de autofinanciamento que existe no país há mais de 55 anos.

Segundo Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, em reportagem publicada pela ABAC "o crescimento das adesões ao mecanismo, ultrapassando os dois milhões, resulta da ampliação e da consolidação da essência da educação financeira, por meio de um comportamento cada vez mais consciente dos consumidores quando planejam a aquisição de bens ou contratação de serviços. O consórcio, além de viabilizar o objetivo desejado, também proporciona economia nos custos finais e com possibilidade de pagamento das parcelas dentro de orçamentos, em virtude de prazos mais longos."

Em retrospectiva, os dados mostram que as vendas de novas cotas nos nove meses do ano bateram novo recorde, quando comparado com os de anos anteriores, a partir de 2015.

Em setembro, o Sistema de Consórcios contabilizou 7,31 milhões de participantes ativos, 3,54% acima dos 7,06 milhões do mesmo mês no ano passado.

O maior número de consorciados ativos estava em Veículos Leves com 50,48%. Na sequência estiveram: Motocicletas e Motonetas, com 29,27%, Imóveis, com 13,31%, Veículos Pesados, com 4,56%, Serviços, com 1,43%, e Eletroeletrônicos e Outros Bens Móveis duráveis, com 0,95%.

ATIVOS DOS CONSÓRCIOS E PATRIMÔNIO LÍQUIDO AJUSTADO (PLA) AVANÇAM E FORTALECEM O SISTEMA DE CONSÓRCIOS

Nos últimos dois anos, houve crescimento de mais de 40% no PLA e acima de 14% nos ativos administrados.

No encerramento do primeiro semestre do ano, o Sistema de Consórcios anotou alta de 14,86% no Patrimônio Líquido Ajustado (PLA), soma do capital e reservas das administradoras de consórcios verificada em junho de 2019 contra o registrado no mesmo período de 2018.

O salto foi de R$ 13,12 bilhões (jun/2018) para R$ 15,07 bilhões (jun/2019).

Nos últimos dois anos o avanço foi de 43,80%, partindo de R$ 10,48 bilhões em junho de 2017 para R$ 15,07 bilhões no mesmo mês de 2019.

Em paralelo, os Ativos Administrados dos grupos de consórcios em andamento, soma dos recebíveis e das disponibilidades e aplicações financeiras, mostraram evolução de 1,88% na comparação semestral, subindo de R$ 213 bilhões (jun/2018) para R$ 217 bilhões (jun/2019).

Nos últimos dois anos o aumento foi de 14,21%, progresso de R$ 190 bilhões em junho de 2017 para R$ 217 bilhões naquele mês de 2019.

CONSÓRCIOS EM GRANDES NÚMEROS:

ATIVOS ADMINISTRADOS*

- R$ 217 BILHÕES (JUNHO/2019)

- R$ 213 BILHÕES (JUNHO/2018)

CRESCIMENTO: 1,88%

PATRIMÔNIO LÍQUIDO AJUSTADO*

- R$ 15,07 BILHÕES (JUNHO/2019)

- R$ 13,12 BILHÕES (JUNHO/2018)

CRESCIMENTO: 14,86%

Para mais informações sobre o sistema de consórcios acesse o site da ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) -www.abac.org.br

Por motivos de segurança, os detalhes desta operação foram reservados aos investidores participantes, os quais permanecerão com acesso uma vez logados na plataforma

Disclaimer

A apresentação foi preparada pela Hurst apenas com o propósito informativo, não sendo de forma alguma uma oferta vinculante. Todas as condições e termos da Operação são definidos no Contrato de Aquisição de Cota de Consórcio a ser assinado entre o investidor e a Hurst Capital. A Operação descrita nesta página é de aquisição direta, por cessão civil, de cota de consórcio, de modo que as cotas de consórcio podem ser cedidas de forma fracionada. Os investidores adquirem as cotas de consórcio e contratam a Hurst como depositária dos títulos até o seu pagamento. A oferta de aquisição de cota de consórcio não constitui oferta pública de valor mobiliário, sendo que não é necessário nenhum registro da operação na CVM, uma vez que cota de consórcio não consta no rol taxativo de valor mobiliário nos termos da Lei nº 6.385/76. A rentabilidade esperada advém única e exclusivamente do reajuste definido em lei/contrato para as cotas de consórcios aplicado sobre o valor de compra com deságio, portanto, não há: (i) qualquer esforço de captação para empreendimento comum; (i) rendimento que advém de qualquer esforço de empreendedor e/ou de terceiros. A Hurst Capital não se compromete com a exatidão das informações e previsões fornecidas aqui, nem tampouco a atualizar a apresentação, podendo alterar seu conteúdo sem aviso prévio. A Hurst Capital não dá declarações ou garantias de que as informações contidas nesta apresentação ou a própria apresentação estão completas ou precisas, nem por nenhuma omissão nesta apresentação ou em qualquer comunicação oral transmitida ao receptor ao longo de sua análise. Esta apresentação inclui algumas declarações, estimativas e projeções. Estas declarações, estimativas e projeções refletem premissas da Hurst e de terceiros e estão sujeitas a incertezas e contingências econômicas, mercadológicas e do grupo e da administradora de consórcio, cedente e entidade devedora, a maioria das quais está fora do controle da Hurst Capital. As previsões e o resultados podem divergir do previsto e estas divergências podem ser significativas. O conteúdo ainda não é, nem contém qualquer recomendação, indicação e/ou aconselhamento de investimento, sendo de única e exclusiva responsabilidade do investidor a tomada de decisão. A Hurst Capital não garante o pagamento por parte do grupo e/ou administradora das cotas de consórcio e se eximem de qualquer responsabilidade, direta ou indireta, por todos e quaisquer prejuízos decorrentes de operações realizadas com base nas informações aqui previstas, notadamente relacionadas à decisão de investimento do cliente. Caso algum investidor decida investir em cotas de consórcios, como todo e qualquer investimento, o investimento em cotas de consórcios apresenta riscos e possibilidade de perdas patrimoniais que devem ser cuidadosamente considerados antes da tomada de decisão de investimento. Portanto, uma decisão de investimento em cotas de consórcios requer experiência e conhecimentos específicos que permitam ao investidor uma análise detalhada da saúde financeira do grupo de consórcio e da administradora do consórcio, do mercado de consórcio e os riscos inerentes às cotas de consórcio, já que podem, inclusive, ocasionar a perda integral do valor investido. Recomenda-se que os interessados em investir em cotas de consórcios consultem seus advogados, contadores, consultores financeiros e demais profissionais que julgarem necessários para auxiliá-los na avaliação da adequação ao perfil de investimento, dos riscos inerentes ao negócio com cotas de consórcios.

Em resumo, precatórios são títulos que uma pessoa (física ou jurídica) detém contra umente público, podendo ser municipal, estadual ou federal. Podemos dizer que são dívidas que o governo possui com o cidadão que ganhou um processo na justiça.

A Hurst mitiga dois riscos, que estão relacionados aos cedentes dos precatórios, o risco de fraude e o de dívida. Outros dois riscos que a operação apresentação: demora no pagamento e alteração de cálculo de atualização dos precatórios.

Garantia de Titularidade - Você será o real titular/dono do precatório. A Hurst será apenas a depositária do ativo para você. Esse ativo não compõe o patrimônio da Hurst e, portanto, nenhum passivo ou eventual situação de falta de liquidez ou insolvência da Hurst atingirá o seu precatório.

O precatório não é um valor mobiliário para fins da Lei nº 6.385/76. Da forma como estruturamos, o investidor compra o ativo por meio de uma cessão e sua rentabilidade advém exclusivamente do deságio em relação ao valor de face somada ao reajuste mensal previsto em lei. Não há qualquer esforço da Hurst ou de terceiros.

Para alinha os interesses com o investidor e ter pele no jogo, a Hurst sempre permanece como titular de no mínimo 5% do precatório.

A Hurst completará a operação com capital próprio.

A Hurst completará a operação com capital próprio.

Não.Qualquer pessoa pode investir em precatório. Na Hurst, o valor mínimo atual é de R$10.000,00 por operação e o valor máximo de 20% do patrimônio líquido do investidor.

Todas as oportunidades de investimento da plataforma seguem a regra de ordem de chegada.Para garantir seu lugar na operação você precisa assinar o contrato e realizar o deposito na conta indicada. Uma vez completo o valor alvo a rodada será finalizada.

Apenas por transferência (TED) a partir de conta corrente bancária de mesma titularidade do cadastro na plataforma e do contrato. Nossas políticas de compliance e regras contra lavagem de dinheiro não permitem que seja realizado de contas de terceiros ou de pessoas jurídicas.

Na conta corrente bancária de mesma titularidade do cadastro na plataforma e do contrato.

Como o precatório é um título líquido e certo, a perda do principal seria algo muito excepcional, mas todo investimento tem o seu risco.

Não temos um calendário fixo definido. As operações serão estruturadas respeitando a originação de boas oportunidades pelo time da Hurst e a demanda de investidor expor determinado ativo.

Os investidores pessoas físicas deverão recolher o Imposto sobre a Renda dasPessoas Físicas (“IRPF”) calculado sobre o ganho de capital obtido na liquidação dos ativos reais ou na sua cessão. O ganho de capital consiste na diferença positiva entre o valor de liquidação ou cessão e seu custo de aquisição. O ganho assim auferido será tributado pelo IRPF à alíquota de 15%(quinze por cento), sob a forma de tributação definitiva - se o valor do ganho exceder R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), a alíquota do IRPF sobre aparcela que ultrapassar esse valor irá aumentar.

No entanto, estão isentos da tributação pelo IRPF os ganhos de capital auferidos na liquidação ou cessão cujo valor total, no mês, não superar R$ 35.000,00(trinta e cinco mil reais). Se o valor total das liquidações ou cessões no mês superar R$ 35.000,00, todo o ganho de capital deverá ser tributado na forma do parágrafo acima.

ime da Hurst e a demanda de investidor expor determinado ativo.

Sim.Enviaremos um documento explicando como declarar o seu ativo a Receita Federal.

Você pode acompanhar o seu investimento pela plataforma. Receberá um relatório mensal. Sempre que quiser poderá entrar em contato com o nosso time por email, telefone e whatsapp.

Outras Informações

Esta seção é visível somente para aqueles que recebem acesso total ou parcial à sala de negociações.

Requisitar Acesso